ESTÚDIO AO VIVO
Lutas

Dana White comenta a vitória de Anderson Silva sobre Chael Sonnen

Ao longo das duas semanas que antecederam o UFC 148, Anderson Silva assumiu uma postura surpreendente. Disse que iria quebrar todos os dentes de Chael Sonnen, empurrou o rival na coletiva e até o agrediu com uma ombrada na pesagem. Mas o chefe Dana White evitou qualquer tipo de bronca pelas atitudes do brasileiro, que manteve o cinturão dos médios com um nocaute técnico no segundo round.

“Para caras como o Anderson, tenho que ser mais flexível, não tem como negar o tamanho do que eles representam. Eles precisam de tratamento de artista”, comentou Dana após o que considerou ser “a melhor luta da história das artes marciais mistas”.
“Anderson é realmente um cara único, adoro estar envolvido em tudo que ele faz, adoro assistir às suas lutas”, acrescentou Dana, que fez questão de confirmar: “Ele é o maior lutador que já existiu”.
“Chael fez de tudo, mas Anderson não é natural. Ele faz coisas que ninguém consegue fazer. Já tem 37 anos, mas parece que está cada vez melhor”, completou o chefão.
0   COMENTE

Anderson Silva golpeia Chael Sonnen e força o árbitro a
interromper a luta no segundo round (Foto: Agência AP)

Anderson Silva não quebrou todos os dentes de Chael Sonnen, conforme havia prometido antes daquela que foi alardeada como “a luta do século”, porém defendeu com autoridade o cinturão de campeão dos pesos médios do Ultimate Fighting Championship (UFC) no início da madrugada deste domingo. O brasileiro obteve um nocaute técnico contra o norte-americano no segundo round da principal luta do UFC 148, na MGM Grand Arena, e deixou de lado as intrigas que marcaram o confronto.

No primeiro round, contudo, Sonnen repetiu o que havia feito no primeiro combate com Anderson (quando dominou o brasileiro durante 23 minutos e acabou finalizado). O duelo mudou completamente no segundo. Após uma bela finta de corpo, o lutador  ficou sobre o seu rival e desferiu uma série de golpes, obrigando o árbitro a interromper a luta.

Apesar das polêmicas declarações de Chael Sonnen, que zomba com frequência do Brasil e de seus lutadores, Anderson Silva tentou demonstrar elegância após a vitória – acompanhada de perto por seu agente de imagem, o ex-jogador Ronaldo.

“Vamos mostrar que o Brasil tem gente educada e aplaudir o cara”, pediu Anderson, para o público brasileiro. “Chael, se você quiser fazer um churrasco lá em casa, eu te convido. Minha mulher faz para a gente”, completou, sorridente, enquanto o derrotado mantinha uma expressão emburrada no rosto.

Entre as demais lutas da noite, destaque para mais uma vitória brasileira. Demian Maia estreou bem na categoria dos meios-médios do UFC ao nocautear o sul-coreano Dong Hyun Kim em somente 47 segundos.

 

0   COMENTE

Jornal USA Today, de maior circulação nos EUA, destaca o UFC 148 que será realizado hoje, em caderno especial

Ao longo da semana, o USA Today, jornal impresso de maior circulação nos Estados Unidos, deu pouco destaque à luta de hoje entre Anderson Silva e Chael Sonnen, se limitando a notas de rodapé. Ontem, na véspera do UFC 148 em Las Vegas, o silêncio foi quebrado.

O jornal publicou três páginas inteiras sobre o evento em um caderno totalmente dedicado ao UFC. Na manchete, uma frase de Chael Sonnen antecipando o que deve acontecer na noite de hoje no MGM Grand: “a maior luta de todos os tempos”.
A matéria cita as principais lutas da história do UFC e especula em qual posição entraria a revanche de sábado, já considerada um evento histórico. A alegria demonstrada por Dana Whitem com a repercussão da luta foi lembrada, assim como a expectativa de quebrar o recorde de 1,6 milhão de pacotes de pay-per-view, recorde do UFC 100.

Devido à longa troca de provocações entre o brasileiro e o norte-americano antes da luta, o USA Today destaca que a revanche traz “raiva e empolgação” ao evento, o que é descrito como um dos combates mais “intrigantes”do ano.
Nas páginas internas do caderno, o jornal também lembra dos outros destaques do card do UFC 148, como a aposentadoria de Tito Ortiz e a volta de Patrick Côté. O coreano Dong Hyun Kim, adversário do brasileiro Demian Maia, é citado como uma aposta pela expansão da organização na Ásia.
0   COMENTE
Chael Sonnen manteve o discurso agressivo e irritou Anderson Silva

Anderson Silva não escondeu a mágoa adquirida por Chael Sonnen pelas últimas provocações do americano.  Na entrevista de divulgação do UFC 148, evento marcado para o próximo sábado, em Las Vegas, o americano, por outro lado, ignorou o sentimento do brasileiro e manteve o discurso agressivo na semana do combate, que valerá o cinturão da categoria dos pesos médios.

Perguntado sobre a mudança na postura de Anderson Silva, que desde a última semana passou a responder às provocações, Sonnen cutucou o brasileiro. “Se você soubesse que seu funeral está para chegar, também falaria como ele. Será o funeral de Anderson Silva, a carreira dele terminará no dia 7. Chael Sonnen finalizará a carreira de Anderson Silva”, discursou o desafiante.

O novo comportamento de Anderson Silva diante de Chael Sonnen impressionou. O brasileiro, desde o início, afirmou em resposta ao americano que a “brincadeira acabou” e que sábado vencerá o combate. “Não tem jogo nenhum. Acabou a brincadeira, não tem mais brincadeira. Ele pode continuar falando o que quiser, quantas bobagens quiser. Sábado muita coisa vai mudar”, disse o “Aranha”.

Ao contrário de outros combates, Anderson garantiu que deixará o octógono como campeão da categoria dos médios. “Estou aqui para bater nele, bater nele. Aí ele tenta me agarrar. Eu me solto, aí bato mais nele, bato mais nele, bato mais nele. É isso que irá acontecer”, prometeu o lutador brasileiro, recordista no número de defesas de cinturão com nove triunfos.

 

0   COMENTE
segunda-feira, 2 de julho de 2012 - às 0h07

Galvão enaltece revanche histórica

Galvão Bueno vai narrar a luta do brasileiro Anderson Silva contra Chael Sonnen

Uma das vozes mais conhecidas do Brasil vai embalar o reencontro mais esperado de todos os tempos pelos fãs do UFC. Assim como os brasileiros, Galvão Bueno está na expectativa para narrar, no dia 7 de julho, o duelo de Anderson Silva diante do falastrão Chael Sonnen. O locutor classificou o combate do UFC 148 como um duelo entre o ”gladiador bandido” e o ”gladiador do bem”.

- Essa é uma luta que está mexendo com todo mundo, até com o Anderson. Ele acabou saindo do estilo tradicional dele. Depois de ouvir tanta bobagem do Sonnen, acabou dizendo que vai fazer o cara engolir todos os dentes. Acredito que em toda a trajetória do MMA, não teve nenhuma luta tão esperada. Os gladiadores do terceiro milênio vão ser divididos entre o gladiador bandido e o herói – disse Galvão.

O locutor tem um bom retrospecto narrando combates de MMA. Em sua primeira transmissão de UFC, em novembro, ele acompanhou a conquista do cinturão dos pesos-pesados por Junior Cigano dos Santos, que nocauteou Cain Velásquez. Já em janeiro, ele narrou as vitórias dos brasileiros José Aldo, Vitor Belfort e Rousimar Toquinho na segunda edição do UFC Rio. Agora, ele espera manter sua fama de pé-quente.

- A primeira luta do UFC que fiz foi a do Cigano, quando ele ganhou o título. No UFC Rio, foram três vitórias brasileiras: Toquinho, Vitor e José Aldo. Agora, é a vez do Anderson. Ele é o maior de todos os tempos, o próprio Dana White, que é o chefão, disse isso. É o Spider – afirmou.

Chael Sonnen já teve uma oportunidade de encarar Anderson Silva, em 2010. Na ocasião, o americano dominou amplamente os cinco rounds, mas acabou finalizado quando faltavam cerca de dois minutos para o fim da luta. Desde então, o falastrão vem ocupando o papel de antagonista do Spider, com provocações e alfinetadas, muitas vezes desrespeitosas, em sequência.

Galvão Bueno teve a oportunidade de trabalhar ao lado de Anderson Silva durante a narração do UFC Rio 2, em janeiro, quando o campeão dos pesos-médios comentou o evento. O locutor não poupou elogios ao Spider, classificando-o como um exemplo a ser seguido.

-  Anderson é um cara bacana, muito educado e calmo. É tranquilo e muito ligado à família, aos filhos. Ele é aquilo que se quer mostrar de um lutador – finalizou.

0   COMENTE

 

Sonnen e Anderson serão protagonistas do evento esportivo mundial mais importante nesta semana

 

Os torcedores que pensavam em acompanhar a revanche entre Anderson Silva  e Chael Sonnen ao vivo na TV aberta vão se decepcionar. Isso porque a Globo já anunciou que irá transmitir o combate do próximo sábado, dia 7 de julho, em Las Vegas, com meia hora de atraso.

O problema é o contrato da emissora com o UFC, que só permite a transmissão ao vivo dos eventos realizados no Brasil. Com isso, os torcedores terão que comprar o pacote de pay-per-view do canal Combate se quiserem assistir à revanche em tempo real. A revanche deve começar por volta da 1h da manhã.

O duelo entre Anderson Silva e Chael Sonnen é a revanche mais aguardada da história do Ultimate. O presidente Dana White afirmou, inclusive, que o evento em Las Vegas tem boas chances de quebrar o recorde de vendas de pay-per-view do UFC de 1,5 milhão de pacotes.

0   COMENTE
Anderson Silva promete liquidar com Sonnen no combate do próximo dia 7

O campeão peso-médio do Ultimate, Anderson Silva, segue treinando duro para cumprir as promessas de “arrancar os dentes” de Chael Sonnen, seu adversário no evento principal do UFC 148. O “Spider” publicou em seu Twitter foto de seu treinamento da última sexta-feira, na qual aparece de fones de ouvido correndo numa esteira, observado pelo treinador de jiu-jítsu Ramon Lemos.

- Spider Friday training – escreveu o brasileiro, em inglês. Em português, a mensagem significa “treino da sexta-feira do Aranha”.

Anderson Silva enfrenta Chael Sonnen no UFC 148, em Las Vegas, no próximo dia 7 de julho, em revanche da luta entre os dois no UFC 117, na qual Sonnen se saiu melhor por mais de quatro rounds, mas acabou derrotado pelo Spider no quinto assalto, por finalização. Desde então o americano vem provocando o brasileiro e seu país, mas o lutador campeão respondeu, em teleconferência com a imprensa internacional, na qual ameaçou “quebrar os braços e as pernas” e “arrancar todos os dentes da boca” de Sonnen.

0   COMENTE
Sonnen garante que Anderson Silva é um “cara comum” no UFC

Chael Sonnen foi o entrevistado principal do final de semana no site Sportradio Interview.com. Mas a conversa por telefone com o apresentador John Canzano não foi como o esperado. O entrevistador perguntou sobre o caso de doping do atleta e também sobre os problemas que teve com a Justiça norte-americana no passado. O assunto acabou irritando o próximo adversário de Anderson Silva, campeão dos pesos-médios do UFC.

Sonnen negou ter tido problema com fraude hipotecária e ainda provocou o apresentador, que já foi condenado por violência doméstica. “Será que você não vê o problema que está causando ao convidar alguém para uma entrevista e inventar coisas?”, afirmou. “De novo, espero que você tenha parado de espancar a sua esposa”, completou o lutador, antes de desligar seu telefone abruptamente.

Antes do assunto polêmico da entrevista, o desafiante do UFC 148, que será realizado no próximo dia 7, aproveitou para provocar Anderson Silva. Sonnen fez uma comparação bem incomum. “Ele é um cara comum. Você ouve muitas coisas sobre ele, mas também ouvimos muito sobre Mike Tyson, e a piada que ele se tornou quando finalmente teve adversários qualificados à sua frente. Anderson Silva é o Mike Tyson dos nossos tempos, quando muito sobre ele é dito”, argumentou.

Blog com ESPOPRTESPOP

1   COMENTÁRIO

O combate Anderson x Sonnen promete alçancar a maior audiência dos últimos tempos nas lutas do MMA

Anderson Silva é considerado o maior nome da história do MMA, mas ainda não finalizou um último adversário para explodir como ícone mundial: o idioma. O campeão dos médios do UFC não fala inglês fluentemente e isso é apontado como um fator de distanciamento dos fãs. Apesar disso, o presidente do Ultimate, Dana White, defende o brasileiro.

Questionado em uma teleconferência se a fama do “Spider” não poderia ser ainda maior e alcançar locais como Europa e Ásia com mais força, o dirigente teceu elogios ao astro do UFC 148, evento que ocorre em 7 de julho.

“As pessoas não vão às lutas ou assistem pela TV para ver Anderson dar discursos. Ele é um artista quando está no octógono. Consegue coisas que ninguém consegue”, afirmou Dana.

“Se alguém fala que não gosta de Anderson porque ele não fala inglês, é uma tremenda besteira. Ele poderia ser mudo, que não mudaria: com o que ele faz no octógono, é incrível”, completou o chefão.

Anderson Silva chegou a conceder entrevistas em inglês, mostrando seu esforço em aprender a língua e atingir com mais força novos públicos.

Na última conferência de imprensa “chutou o balde” e atacou o arquirrival Chael Sonnen furiosamente. O brasileiro chamou o norte-americano de “marginal e vagabundo” e prometeu arrancar todos os dentes da boca do oponente na revanche.

Anderson e Sonnen se enfrentaram pela primeira vez em 2010, no UFC 117. Na ocasião, o brasileiro teve muito trabalho para manter seu cinturão. Em seu combate mais complicado dentro do Ultimate, o Spider apanhou em cinco rounds e só nos minutos finais conseguiu tirar da cartola um triângulo para finalizar o norte-americano e ficar com a vitória.

 

0   COMENTE
segunda-feira, 25 de junho de 2012 - às 0h03

Wanderlei Silva pede desculpas e reconhece erro no UFC 147

Wanderlei teve a chance de nocautear Franklin e admitiu ter “passado do ponto”

Wanderlei Silva não conseguiu dar aos brasileiros o show que prometeu antes do UFC 147. Ele foi derrotado pelo americano Rich Franklin pela segunda vez na carreira, no Ginásio Mineirinho lotado. Triste pelo resultado, ele pediu desculpas ainda no octógono e reconheceu um erro.

“Muito obrigado por virem hoje. Eu dei meu máximo e queria muito dar esse nocaute para vocês. Desculpas, mas foi um honra lutar aqui”, afirmou, para depois fazer uma análise do combate: “eu dei tudo e achei que ia nocautear no segundo round. Passei um pouco do ponto, mas agradeço a todos vocês que tiveram aqui. Eu amo vocês e é por vocês que estou aqui”.

De fato Wanderlei esteve muito próximo da vitória. Ele conseguiu derrubar Franklin com um soco e depois partiu para o ataque, confiante na vitória. Porém, faltavam poucos segundos para o final do round, e o americano acabou salvo pelo gogo. Os juízes lhe deram a vitória por 10 a 9, mas o placar foi exatamente o contrário em todos outros rounds.

0   COMENTE
© 2000-2013 Gazetaweb.com - Muito mais completo! Todos os direitos reservados.