Grupo JL mantém empresas em funcionamento e vai recorrer de decisão do TJ
  Edivaldo Júnior  │    setembro 27, 2012   │   4:10  │  6

A Terceira Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Alagoas, decretou no final da manhã desta quinta-feira (27), a falência do Grupo João Lyra, um dos mais maiores do setor sucroalcooleiro no Brasil.

A decisão, segundo assessores do grupo, não afeta empresas coligadas, a exemplo de Sapel, Mapel, O Jornal e Lug Táxi Aéreo. “A decisão afeta apenas as usinas e mesmo assim cabe recurso”, relata o assessor de comunicação do grupo, Wolney Malta.

Os advogados do grupo João Lyra estão avaliando a decisão que foi tomada em função da a dívida contraída pelas indústrias e que não fora quitada conforme o plano de recuperação apresentado pelo dono dos empreendimentos.

“A decisão não tem efeito imediato, é de caráter suspensivo e cabe recurso. O grupo vai recorrer e mantém o funcionamento normal das duas usinas de Minas Gerais (Triácool e Vale do Paranaíba) e mantém a programação para o funcionamento das usinas em Alagoas”, adianta Paulo Santos, o Paulão, assessor do deputado federal e presidente do grupo, João Lyra.

De acordo com Paulão, a decisão da Câmara do TJ não chegou a causar surpresa. “O grupo está em processo de recuperação e reestruturação. Esse é mais um obstáculo que será superado”, afirma. A decisão de colocar as três usinas de Alagoas em operação a partir de outubro, permanece: “a Uruba já começa a moagem no próximo dia 6. Nos próximos dias deves ser definida a situação da Guaxuma e da Laginha”, reforça.

COMENTÁRIOS
6

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. fabio tenorio

    BOM DIA QUERIA SABER QUAL A PREVISAO DE PAGAMENTO DOS DEBITOS DA TRANSPORTADORA AL ALAGOAS EXPRESS POIS FICARAM DE PAGAR CONFORME A PLANO DE RECUPERAÇÃO E ATE A PRESEMTE DATA NUNCA FOI PAGO ISSO E UMA FALTA DE CARATER DO GRUPO JL POIS SOMOS FORMECEDOR DO GRUPO A MAIS DE 25 ANOS , QUANDO O RECUPERADO NÃO PAGA O CERTO ERA PEDIR A FALENCIA DO GRUPO POIS O MESMO SEMPRE CONSEGUE COM LIMINARES A NÃO PAGAR A NIGUEM ESSA INFELIZMENTE E NOSSA JUSTIÇA.

    Responder
  2. simone

    o descaso com os trabalhadores da usina vale do paranaiba ta demais.pagamento ha 2 meses atrasados.queria ver se fossem vcs nos lugares dos pais de familia.

    Responder
  3. wellingtondivino parreira

    Quando será que vai ser feito os pagamentos dos funcionarios da vale e trialcool em mg referente aos meses de;novembro, dezembro janeiro, eo décimo terceiro. Se determinação da justiça era p/ pagar em 30/01/14-07/02/14-21/02/14,n. se tem noticia de nada.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *