Informação da Agência de Notícias Reuters, de ontem, sobre a possível ou provável privatização da Eletrobras Alagoas ganhou repercussão nos sites locais hoje.

Segundo a Reuters, a possibilidade de vender duas das empresas de distribuição da Eletrobras (Alagoas e Piauí) teria sido admitida por diretores da empresa, em função dos prejuízos acumulados nos últimos anos.

Segundo a Reuters a informação é de uma fonte do governo, que afirma que a decisão sobre a venda das empresas depende ainda de uma definição sobre a renovação das concessões no setor.

As seis distribuidoras que podem ser negociadas estão entre as empresas cujas concessões vencem entre 2015 e 2016. “Sem a definição de como vai funcionar a renovação, fica difícil negociar as empresas”, ressaltou a fonte.

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) informa que o processo de renovação das distribuidoras só será iniciado depois que o governo encaminhar a regulamentação com os critérios para os novos contratos.

Oficialmente a informação é negada pela Eletrobras. Sua assessoria de imprensa enviou para o blog a seguinte nota:

“A Eletrobras está estudando opções para todos os seus ativos. No entanto, até o momento,a empresa não recebeu orientação do sócio majoritário no sentido de privatizar qualquer das suas empresas distribuidoras”.

Sobre o assunto também conversei com Vladimir de Abreu, diretor operacional da Eletrobras Alagoas. Ele confirma que a privatização é uma possibilidade. Mas apenas uma  possibilidade. “Estamos trabalhando com outras alternativas”, adianta.

O fato é que essa alternativa não  deverá ocorrer – se ocorrer – no curto prazo.

Volto, em breve, com novas informações sobre essa questão.

COMENTÁRIOS6

  1. saulo  22. mar, 2013 às 6:21 pm

    Todas as seis “estatais regionais” serão privatizadas. Eu aposto. A ELETROBRÁS não quer elas coladas em seu nome. Se não as ações caem. Aliás, a única coisa que o PT copiou do PSDB de forma exagerada foi a chamada e decantada “privataria tucana”. O PT já privatizou mais áreas que o PSDB. Veja algumas: portos e aeroportos, a exploração de petroleo, o controle da água e agora a ELETROBRÁS e pasmén os senhores, a educação através do FIES. o sujeito escolhe uma faculdade vagabunda, o governo petista empresta o dinheiro e quando se formar ele devolve o dinheiro nas condições bancárias contratadas (lembram do crédito educativo do regime militar? Esse é pior). Porque não investir esse dinheiro na educação pública de qualidade?

  2. jose antonio dos santos  22. mar, 2013 às 7:36 pm

    O prefeito da capital que ainda não começou a administrar já anda falando em falta de recursos. Será que ele não sabia da realidade de penúria que vive os municipios.

  3. Juliana  22. mar, 2013 às 8:31 pm

    Edivaldo,

    Alguma resposta sobre a duplicação da BR. Anda a passos de tartaruga paraplégica. Grata.

  4. diego  20. mai, 2013 às 2:37 pm

    TEM QUE PRIVATIZAR E RÁPIDO. SÓ DÁ PREJUÍZO. O ÚLTIMO PREJUÍZO FOI DE 10 BILHÕES EM APENAS 1 TRIMESTRE O POVO PAGA.

  5. EU EDAL AL  06. jun, 2013 às 10:57 pm

    Não sei bem se privatizar seria um bom caminho… espero que não, mas….

  6. elidiane santos  18. fev, 2014 às 10:48 am

    Gostaria de saber quem é o responsável pela parte eletrica dos sitios em Maragogi.

Escreva seu Comentário:

Política de moderação de comentários
O autor deste blog reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos.

© 2000-2013 Gazetaweb.com - Muito mais completo! Todos os direitos reservados.