Privatização da Eletrobras AL é só especulação, por enquanto
  Edivaldo Júnior  │    março 22, 2013   │   5:38  │  6

Informação da Agência de Notícias Reuters, de ontem, sobre a possível ou provável privatização da Eletrobras Alagoas ganhou repercussão nos sites locais hoje.

Segundo a Reuters, a possibilidade de vender duas das empresas de distribuição da Eletrobras (Alagoas e Piauí) teria sido admitida por diretores da empresa, em função dos prejuízos acumulados nos últimos anos.

Segundo a Reuters a informação é de uma fonte do governo, que afirma que a decisão sobre a venda das empresas depende ainda de uma definição sobre a renovação das concessões no setor.

As seis distribuidoras que podem ser negociadas estão entre as empresas cujas concessões vencem entre 2015 e 2016. “Sem a definição de como vai funcionar a renovação, fica difícil negociar as empresas”, ressaltou a fonte.

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) informa que o processo de renovação das distribuidoras só será iniciado depois que o governo encaminhar a regulamentação com os critérios para os novos contratos.

Oficialmente a informação é negada pela Eletrobras. Sua assessoria de imprensa enviou para o blog a seguinte nota:

“A Eletrobras está estudando opções para todos os seus ativos. No entanto, até o momento,a empresa não recebeu orientação do sócio majoritário no sentido de privatizar qualquer das suas empresas distribuidoras”.

Sobre o assunto também conversei com Vladimir de Abreu, diretor operacional da Eletrobras Alagoas. Ele confirma que a privatização é uma possibilidade. Mas apenas uma  possibilidade. “Estamos trabalhando com outras alternativas”, adianta.

O fato é que essa alternativa não  deverá ocorrer – se ocorrer – no curto prazo.

Volto, em breve, com novas informações sobre essa questão.

COMENTÁRIOS
6

A área de comentários visa promover um debate sobre o assunto tratado na matéria. Comentários com tons ofensivos, preconceituosos e que que firam a ética e a moral não serão liberados.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião do blogueiro.

  1. saulo

    Todas as seis “estatais regionais” serão privatizadas. Eu aposto. A ELETROBRÁS não quer elas coladas em seu nome. Se não as ações caem. Aliás, a única coisa que o PT copiou do PSDB de forma exagerada foi a chamada e decantada “privataria tucana”. O PT já privatizou mais áreas que o PSDB. Veja algumas: portos e aeroportos, a exploração de petroleo, o controle da água e agora a ELETROBRÁS e pasmén os senhores, a educação através do FIES. o sujeito escolhe uma faculdade vagabunda, o governo petista empresta o dinheiro e quando se formar ele devolve o dinheiro nas condições bancárias contratadas (lembram do crédito educativo do regime militar? Esse é pior). Porque não investir esse dinheiro na educação pública de qualidade?

    Responder
  2. jose antonio dos santos

    O prefeito da capital que ainda não começou a administrar já anda falando em falta de recursos. Será que ele não sabia da realidade de penúria que vive os municipios.

    Responder
  3. diego

    TEM QUE PRIVATIZAR E RÁPIDO. SÓ DÁ PREJUÍZO. O ÚLTIMO PREJUÍZO FOI DE 10 BILHÕES EM APENAS 1 TRIMESTRE O POVO PAGA.

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>